Capitulo 5.

Domingo - 22:15 - Em algum lugar do castelo de Vitor...

-Vamos! Trabalhem! - berrava um dos capangas de Vitor para seus prisioneiros - Andem logo seus molengas!
-Da pra você parar? Essas coisas são delicadas! Todo cuidado é pouco, você quer que isso tudo aqui exploda? - disse um dos prisioneiros.
-Feche a matraca e trabalhe!
-Adan... Não é assim que se trata os convidados... Eles devem ser tratados com educação... - disse Vitor, descendo as escadas e aproximando-se de Adan.
-É... Desculpe chefe! - disse ele todo embaraçado.
-E então meu queridos amigos? Como estão indo as experiência? Alguma surpresa? - disse Vitor.
Os cientistas se entreolharam, quem daria a notícia?
-Desculpe senhor, estamos fazendo o possível, mas os custos são altos e... Já acabou o mendelévio, o nobélio e o rutherfórdio esta no limite máximo.... Não podemos continuar sem esses elementos químicos.... O senhor deve saber que o isótopo mais estável, nobélio-259, tem uma meia-vida de 58 minutos, e decai para o férmio-255 por emissão alfa ou para mendelévio-259 por captura eletrônica e fica inútil para a pesquisa e....
-Hora cale a boca, os senhores sabem que não entendo absolutamente nada de sua ciência estúpida que vai me deixar terrivelmente rico e poderoso!!!! - berrou - Dinheiro não é o problema, me digam onde encontro esses elementos e eu lhes trarei.
-Ele não é encontrado, é criado! - disse a outra.
-Então criem! - gritou Vitor já perdendo a paciência.
-Mas para criarmos teremos que parar a sua experiência por um devido tempo e...
-Parar? Estão malucos????
-Chefe, acho que eles estão tentando te enrolar para não fazerem a sua poção.... - disse Alan intrometendo-se.
-Sim!!! - falou Vitor com ar de neurótico - Eu sei quando estou sendo enganado!!! Tratem de fazer essa poção e logo ou já sabem das consequências!! Lembrem-se que não é só a vida de vocês que está em jogo mas a de outros!
Os cientistas se entreolharam novamente, apavorados e desesperados por dentro, porém minimamente calmos por fora... Eles não estavam mentindo, sem seus elementos químicos, a experiência não daria certo....
-Valentina!!!! Valentina!!!! Onde esta Valentina? Aquela maluca some do nada!!!! - berrava ele parecendo descontrolado.
Vendo que ninguém ali sabia de sua irmã, Vitor fez sua virada real e retirou-se em passos duros do porão...
-Você ouviram! Trabalhem e sem enrolar!!!! - gritou Adan para os cientistas novamente com ar de mandante.
Franccesca, aproximando-se de Adan cochichou atormentando-o - Nós não estávamos mentindo, se isso aqui explodir, nós morremos todos... Inclusive você!

0 comentários: