CAPÍTULO 15 - O ATAQUE!

Rocal estava subindo a montanha com muita cautela, esperando que ninguém o visse... Demorou algum tempo até chegar no topo, e olhando para todos os lados, correu até atrás de uma árvore para se esconder.


_Vejamos, se eu fosse a Susana, onde eu estaria aqui? - ficou observando tudo, as casas eram muito bem feitas e pareciam ter um ótimo gosto, mas esses pensamentos não eram o momento certo de virem! 


_Querida, pode ir para sua nova casa hoje. Vá estrear sua cama!!! - disse Lakota.

_Você tem certeza? e o bebê? Tem certeza que não quer que eu fique para ajudar em alguma coisa? Não é trabalho nenhum e eu gosto de ajudar e...

_Susana! - sorriu - Eu não quero uma babá vinte e quatro horas comigo! - brincou - Vá para sua casa, descanse e volte aqui amanhã para pegar alguns ovos e umas verduras para fazer seu primeiro almoço em sua casa nova!


_Puxa! Obrigada minha amiga! Você foi a melhor coisa que encontrei aqui. Obrigada por me ajudar tantas e tantas vezes!

_Ora, imagine! É um gosto saber que ainda posso ser útil! Agora vá, vá logo antes que eu me canse de você e te deixe aqui falando e vá dormir na sua cama! - riu.

_Esta bem! Esta bem! Estou indo!!! - fui saindo da casa, parei e virei para trás - Lakota... É... O.... Tsuke esta aí?

_Esta sim? Quer falar com ele?


_NÃO!!! ... Digo... Não, obrigada, só perguntei porque não seria nada legal entrar lá em casa e dar de cara com ele sabe.. - fingi um sorriso falso.

_Hehehe, sei... Não se preocupe, ele esta no banho. Agora vai logo menina!!!!

_Tá! Tá!!! - ri - Boa noite. Dorme com Deus.

_Você também.


Rocal estava pensando para onde ele iria, e quando pensou em sair de trás da árvore, viu alguém se aproximando e se escondeu novamente.


_E agora? Para onde eu vou???

Num segundo, ele deu um salto e uma cambalhota da árvore para trás da casa, feito um ninja.

_Vou me esconder aqui.... - então ele viu que ali tinha um poço e um varal... - E se ela estiver vindo aqui para recolher a roupa????

Entrou em desespero e ao ver uma janela, no mesmo instante já saltou para dentro da casa.


Ficou rezando para que ninguém aparecesse de repente ali e desse de cara com um cara estranho, barbudo e cabeludo... E fizessem uma macumba ou coisa do tipo para com ele.

Logo, alguém entrou na casa. Ele ficava bem quietinho, apenas ouvindo...

_Nossa! Que canseira! Vou direto para a cama.... - disse a pessoa.

_Eu conheço essa voz... - pensou Rocal... - Não, devo estar imaginando coisas...

Ela subiu as escadas e ele respirou aliviado.



_Querido! Onde você esta? Venha logo pra cama!!! - disse Lakota, no quarto.

_Eu já vou!!! Estou só... Indo... Apagar a fogueira que deixei acessa no quintal! - mentiu.


_Esta bem, não demora!


_Agora, é melhor eu sair daqui! - saiu dando passos de formiga até a porta, nem lembrou que podia pular a janela novamente, e quando pensou que estava livre de encrencas, ouviu passos e voltou correndo para onde estava - Droga! Outra pessoa?

Era Tsuke.... Estava entrando de mansinho tentando não fazer barulho... 


Foi, devagar, e subiu degral por degral em silencioso.

_Ufa! Agora acho que já posso ir ... Na verdade acho que devo ir já! - pensou Rocal.


No quarto, eu havia vestido uma roupa leve para dormir, pois aquela noite estava muito quente, bem diferente das outras noites que eram geralmente bem frias.... Retirei a maquiagem e me joguei na cama, nem entrei debaixo da coberta, pois ela era grossa e muito quente.

Tsuke subiu as escadas e já estava no quarto. Foi chegando de mansinho nos pés da cama e foi circulando até a cabeceira, ao meu lado... Senti algo estranho e quando abri os olhos levei um susto e dei um grito!


_E agora? Como você vai escapar???? - disse Tsuke, de imediato pulando em cima de mim...


Rocal estava na porta pronto para sair, quando ouviu um grito e logo outro e um monte de gemidos....

_O que será que esta acontecendo lá em cima? - pensou.... 

Ora, isso não importava! Ele tinha que procurar Susana! Foi saindo da casa e logo ouviu mais gritos... 


_Eu realmente acho que conheço esses gritos! - pensou em ir até lá, mas e se chegasse lá e fosse uma armadilha? E se já soubessem que ele estava ali, e estavam atraindo-o para uma emboscada?

Já não estava mais suportando ouvir aquele som de tortura e resolveu subir de uma vez! - Dane-se! Vou lá!

Correu escadas acima e chegando no quarto, deparou-se com uma cena horrível e nojenta!

_Por favor me ajude!!!! - gritei vendo alguém entrar, sem nem saber quem era, enquanto tentava sair debaixo daquele homem asqueroso...


_Ei! Largue a moça!!!! - berrou Rocal, agarrando Tsuke pela roupa e jogando-o no chão. Como Tsuke estava agarrado em mim, eu também fui pro chão e caímos todos.

Rocal e Tsuke levantaram e logo começaram a brigar feito animais.

_Você esta maluco? Quem você pensa que é para entrar aqui e atrapalhar o meu esquema??? Filho da mãe! - berrava Tsuke.

_Ainda bem que entrei! O que acha que vai ganhar tratando as mulheres assim? - ironizou Rocal aos pontapés...

_Tome isso! - Tsuke deu-lhe um chute bem no estômago e Rocal voou para trás, caindo em seguida...



_Porque Tsuke esta demorando tanto???? - resmungava Lakota na cama.

Ela levantou-se e foi até a sala e ele não estava lá, e muito menos na fogueira do quintal que estava em perfeitas condições, nem havia sido queimada...

_A não! - exclamou - Ele foi lá de novo!!!

Ela correu para minha casa e chegando lá, chamou por mim...

Rocal estava apanhando feio e Tsuke se sentia o cara.... Iria bater até matá-lo... Deu um soco e em seguida foi atrás dele para bater mais.


Mas ele levantou-se rapidamente e antes que Tsuke pudesse fazer-lhe algo, ele lhe deu um chute na cara, e Tsuke se desequilibrou para trás...

_Não!!!! - gritou Tsuke, não conseguindo segurar o peso do corpo e caindo escada abaixo.

_Isso é pra você aprender! Idiota! - disse Rocal, sentindo-se vitorioso.

_Susana? Esta ai?? - Lakota estava próximo a escada e quando olhou para cima, não teve nem tempo de reagir, só viu Tsuke caindo por cima dela, e derrubando-a no chão....


No quarto, eu estava apavorada.... de onde havia surgido aquele homem estranho???? Será que ele já estava em casa? Será que ia tentar me assaltar? Ou tentar fazer o mesmo que Tsuke??? Eu estava com medo, muito medo.... Nem me movia...

Rocal arumou o cabelo, bateu a poeira dos braços, se reorganizou e virou-se para mim, que estava ainda encolhida no canto do quarto, e ajoelhou-se.

_Você esta bem? - falou, suave e calmo.

_Es...estou... - gaguejei.


_Tem certeza?

_Sim, tenho.... - dei uma pausa - Não precisa se preocupar, pode seguir.. o seu caminho... - gaguejei de novo.

Ele levantou-se, e ficou me olhando... Começou a caminhar devagar até mim e meu coração foi acelerando... - Por favor não se aproxime! - falei tremendo.

_Eu não vou te machucar moça - ele disse - Não sou como aquele outro. Não tenho nenhuma intenção. Posso pelo menos te ajudar a levantar? - ele ficou esperando a resposta... Então eu estiquei minha mão e ele a tomou, puxando-me para cima... 


Sem querer, ele me puxou muito forte e eu acabei me enconstando demais nele.... e quando olhei seu rosto mais de perto....

_Desculpe! - ele disse, sem jeito.

_Você.... Me lembra alguém... - falei, observando seu olhar negro e profundo que me fazia flutuar...

_Você também me lembra alguém... Um amor, que agora pode estar morto...

_Nossa... Eu sinto muito... - respondi, sem jeito.

"Quem sabe ela a conheça?" - ele pensou, e disse - O nome dela é Susana, você a viu passar por aqui?


Fiquei muito surpresa!!!! Como ele sabia meu nome??? Naquele instante, o enigma se quebrou... Aquele rosto que me lembrava alguém, escondido por trás daquele cabelo enorme já não era tão estranho... Apenas uma pessoa falava meu nome com aquele tom - Rocal? É você?

Ele ficou ainda mais surpreso por eu saber seu nome - Como sabe meu nome???

_Ora!!! Sou eu!

_Eu quem?

_Susana!!!! Seu bobinho!

Ele arregalou os olhos e ficou quase que paralizado por alguns segundos.... Ficamos nos olhando e então ele deu um grito - SUSANA!!!!!!! É VOCÊ!!!!


Nos beijamos louca e romanticamente e aquele momento foi o mais lindo, intenso e romântico de toda a minha vida.... Nada mais fazia sentido para mim e agora eu apenas queria estar em seus braços e nunca mais sair deles....

_Não acredito que é você! - falei acariciando seu rosto.

_Eu muito menos! Achei que estava morta! Você sumiu daquele jeito... Fiquei preocupado!

_Eu.... - fiquei em silêncio... - Eu achei que você não me quisesse mais em sua vida... Você foi tão direto que eu....

Ele me abraçou fortemente e disse em meu ouvido - Eu nunca mais quero perdê-la de vista....

Foi tão lindo!!!! E quando íamos nos beijar novamente.... Ouvimos um gemido e a voz de Lakota, bem fraca  - Susana!!! Me ajude!!!!

4 comentários:

The Sims³ Historias disse...

que bom que Rocal tava ali bem na hora, se nao tsuke ... que fofo os dois, espero que lakota esteja bem depois do impacto D:

Anônimo disse...

ansiosa para o proximo capitulo

Mariana disse...

Nossa, que emoção!

David Veiga disse...

Viu? Bem que eu disse que o Tsuke é safado.
Que emocionante a cena do Rocal com a Susana. :)
Será que a Lakota irá perder o bebê? O_Õ