✿ Capítulo 18


Depois de ver Norus abandonando o portal e seus dois filhos inconscientes, Shown correu até Solária para socorrê-la, mas ele não tinha muito o que fazer por ela... - Solária! Solária! Como você esta se sentindo?
-Nada bem... – murmurou ela, sentindo fortes dores.
-Tente respirar com calma, não se esforce ou o veneno da mordida vai se espalhar mais rápido e você se tornará um deles!
-Isso é o que mais temia... – dizia ela – Por favor Shown, me mate!
Ele olhou-a surpresa com seu pedido, jamais faria algo do tipo – Nunca! Jamais! Não me peça isso, por favor!
Algumas lágrimas escapavam-lhe, e ela sentia que a tortura só pioraria – Meu amor, eu lhe imploro! Não quero me tornar uma vampira assassina, não posso! Vou morrer de qualquer jeito e você sabe disso!
-Não! Pare! Pare de falar essas bobagens, eu vou te curar!!! – gritava ele, tentando não ouvi-la.
-Por favor....! Por favor....! – ela estava sofrendo, sua morte era inevitável, seu sistema imunológico não aceitaria um vírus intruso, e combateria o veneno, mas isso a mataria, ou, se acaso o veneno conseguisse vencer seu sistema, ela seria caçada e morta pelas próprias fadas, pois era a lei que toda a fada que se transformasse em vampiro, zumbi ou lobisomem seria morta, pois o equilíbrio da natureza entraria em risco.
Shown estava tentando negar o óbvio, ele não queria aceitar, mas a perda do seu amor era algo que nem ele com seus poderes conseguiria evitar – Vou levá-la ao meu laboratório e encontrar sua cura!
-Shown, pare! Pense no que esta dizendo! Vai me manter escondida no seu laboratório como? Até encontrar a cura, e enquanto isso, se eu sobreviver a transformação, terei sede! Terei fome! Mate-me logo e acabe com a minha dor!!! – berrou.
A transformação corria rápido e seu corpo lutava contra ela, ao mesmo tempo que suas presas iam crescendo, seu interior resistia incansavelmente – AAAAAHHHHHHHHH!!!! – gritava ela, com muita dor – MATE-ME! MATE-ME LOGO! AAAAAAAAAAAHHHHH!!!! POR FAVOOOORR!!!
Shown sabia que não suportaria vê-la se transformar num dos seres que ele mais odiava, mas não suportava a ideia de matar seu grande amor... Porém, ele viu que era necessário...
-Tudo bem! – exclamou abraçando-a bem forte – Eu farei o que me pede... – respondeu contra sua vontade.
-Ela começou a chorar novamente, mas desta vez aliviada, por saber que iria se transformar em luz antes de virar um demônio da escuridão... Acariciou seu rosto e disse – Cuide bem da nossa preciosa gotinha de luz – esforçou-se para sorrir.
Então, ele a soltou e a ajudou a se levantar, armou as mãos que sessariam as dores de sua amada, e olhou-a por um último instante. Disse algumas palavras mágicas e então, fechou os olhos e deixou acontecer...
O feitiço foi conjurado em suas mãos, e ele a abraçou fortemente, tocando seu peito e sua costa, atingindo-a com seu abraço mortal... O feitiço entrou em seu coração pelos dois lados, mas ela só sentiu o abraço, um forte, carinhoso e harmonioso abraço... As lágrimas de Shown escorriam como torneiras abertas, e num último suspiro, um sussurro em seu ouvido foi dito por ela, já quase morta – Obrigada.... meu amor.....
Seu corpo foi ficando leve, ao passo que ia se levantando do chão... Ele a soltou, deixando-a voar como uma pena ao vento, e viu então a cena mais bonita e incontrolavelmente dolorosa de sua existência...
Solária começou a brilhar, e mil feixes de luz zarpavam de seu corpo. Ela começou a brilhar cada vez mais, alcançando quase que a intensidade da luz do sol, e já atingindo um nível máximo de luz, seu corpo explodiu! E se transformou em minúsculos caquinhos brilhantes, que foram se desintegrando no ar.
Seria assim a morte de todas as fadas? O que isso importava... Shown caiu ajoelhado, exausto, chorava como uma criança. Seu corpo brilhava por causa dos efeitos do feitiço de morte, pois um bruxo que conjurasse tal feitiço, ficava marcado por um tempo indeterminado. 
Nunca tinha sentido uma dor tão profunda, que queimava sua alma, adentrava seu peito como flecha veloz e sentia como se seu corpo tivesse caído num rio de lava pura... -SOLÁRIAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!! – berrou ele aos sete ventos – EU TE AMAREI PARA SEMPRE!!!! OUVIU??? SEEEEMPREEEEE!!!!!! - Chorou... esbravejou... praguejou... Mas nenhuma palavra ou lágrima a trariam de volta.
Então ele se levantou, e percebeu que estava sozinho... Os lobisomens fugiram assim que Norus sumiu na escuridão da noite, e seus filhos Destro e Meretriz, haviam se desintegrado com a forte luz no momento em que Solária explodiu. Era até uma pena, pois ele queria muito descontar sua raiva matando os dois, mas de certa forma, Solária havia feito isso por ele. Ficou sem rumo, vagando pela noite, como um bêbado que não lembra o caminho de casa, até seu cansaço gritar mais alto e ele adormecer no meio da floresta.

Enquanto isso, na Terra

Nem parecia que havia passado tanto tempo, como o tempo no mundo dos humanos era diferente do tempo na Terra dos Imortais, enquanto lá havia se passado um dia, na Terra havia se passado um minuto...
-Vovô, tadinha da Sofia, estou com dó dela, será que ela não pode entrar de novo? – perguntou Luciana.
-Não minha filha, ela tem que aprender que não pode dar uma de cachorro louco e ficar por isso mesmo, é para o bem dela, ela não apanhou e nem esta sofrendo, só foi passear lá fora, cães se distraem fácil e já já você vai ver que ela estará latindo e saltando atrás das joaninhas.
-Esta bem... – Luci não gostava de colocar Sofia para fora, no fundo ela sentia como se abandonasse sua melhor amiga ao relento e sentia-se mal por isso...
-Agora vá tomar um banho, lembre-se que hoje é seu primeiro dia de aula em casa! – disse George.
-Mas são sete horas da manhã vovô! Esta muito frio pra tomar banho! – resmungou.
-Frio? Você esta de roupas íntimas mocinha, onde esta com frio? – brincou ele.
-Ah vô! É frio pra tirar a roupa e entrar debaixo d’água né!
-Hehehehe, esta bem minha filha, esta bem! Assista seus desenhos e quando for umas dez horas, trate de ir pro banho, ok? – disse George entrando num acordo.
-Ok vovô! Banho as dez! Pode deixar! – Luci sorriu e foi ligar a TV, enquanto George voltava pra cama tirar mais um cochilo gostoso.
Enquanto isso, Sofia se contorcia de preocupação do lado de fora, tentava espionar Luciana pela frestinha debaixo da porta, mas não era suficiente!
-Auuuuuu!!!! Auuuuuu!!! – uivava, esperando que alguém abrisse a porta – Aaaauuuuuu!!!! – Mas ninguém abria, e ela não poderia fazer nada dali... Deprimida, caminhou em passos de formiga até sua casinha de madeira, e deitou-se, com uma carinha triste e com seu coração partido, doendo de tristeza por não poder ajudar sua dona.
As horas foram passando, e já era quase meio dia quando Luciana foi olhar o relógio – Oh não! Estou atrasada para o banho!!! - exclamou correndo para o banheiro.
Augusta já havia se levantado e estava terminando de fazer o almoço, George contou a ela o ocorrido, e ambos ficaram tentando entender o que Luci estaria fazendo no meio da noite para ter caído na cozinha.
A campainha tocou minutos depois de ela sair do banho e se trocar – Olá?
-Olá minha lindinha! Sou sua professora, me chamo Tereza! E este é meu filho Jonathan!

18 comentários:

Simy (Diários The Sims) disse...

Caramba... fiquei muito triste e emocionada com a morte da Solária! :(
E espero que essa professora da Luci seja alguma enviada das fadas, e não dos vampiros ou bruxos do mal!
Beijos.

http://diariosthesims.blogspot.com.br/

Jessica - Ciana disse...

Nossa, que bacana!!! Acabei de postar o capítulo e já tenho comentários, adoro isso!!!! hahahaha

Pois é, ontem eu estava muito inspirada e acabei matando a pobre fada kkkk ~~ ms até eu chorei quando li a história finalizada com as fotos, foi tão emocionante T-T)

Agora vem a famosa dúvida!!!! ~~ Essa Tereza é do bem ou do mal??

Uuuuuu vamos ver no próximo \O/

Obrigadinha pela visita! Jeh♥

Tulio soares disse...

oi eu nao sabia que você tinha esse blog e eu gosto muito de seguir blogs com histórias sobre the sims eu acabei de terminar a minha primeira mais se você quiser ler a próxima que estréia segunda fique a vontade
http://shesims3diariosdetuliosoares.blogspot.com.br/
abraços

Gabriel Padrão disse...

Poxa... Solária... Você tinha que viver!!! Malditos vampiros!!! Aaaaarg --.'
Está de Parabéns Jeh!!! Você é uma ótima escritora!! To esperando ansioso para o próximo capítulo!
Um grande abraço!

Jessica - Ciana disse...

Obrigada pela visita!!!
Respondi lá no seu blog ta bem ^^)

Beijinhoo Jeh♥

Jessica - Ciana disse...

É verdade, seria legal se ela vivesse ....
Mas ... vai sabe se ela ainda não esta por ai né kkkk

Muitíssimo obrigada pelos elogios e pela visita!

Grande abraço! Jeh♥

Tulio soares disse...

só vim responder a sua pergtunta la sobre a parceria, no caso da parceria seria como porque eu posto de segunda a sabado e no minimo a cada uma vez no mes eu sempre atraso até uma semana se no caso eu atraso mais do que isso é por problemas familia mais quando vai acontecer isso eu deixo avisado. então me explique como seria essa parceria.
abraços

ads disse...

coitado do Shown, ter que matar sua amada. Espero que ele fique bem e sua dor passe logo.
Que bonitinho que é o Jonathan. Espero que alem de Sofia, Luci tenho mais um novo amigo.

Aníbal disse...

NÃO! =[
Solária não =/
Eu estou nutrindo um ódio mortal pelo Norus ;@
Capítulo lindo *-*
E acho que a Tereza é malvada .-.
Ou então que o garoto é D;

Beijinhos ;**

Caroline disse...

Fiquei muito triste pela Solária. E sobre a professora, acho que ela é do bem! Mas vamos ver né. Jeh, como faço para deixar as fotos no blog, grandes, mas sem "pular" para fora da postagem?
Xoxo

Juliana Minorelli (Crysis) disse...

Maldade Jéssica e-e
Pq matar a Solária? Hein? Ela era dubem, diferente de mim, que sou dumal e-e
To triste T-T
Espero que o Shown encontre a Lucy, não, não espero, estou ordenando Jéssica, me entendeu? - Eu digo isso como se tivesse algum tipo de poder para mandar, mas néh?
Ótimo capítulo, vai demorar muito para lançar o próximo, e adorei o novo layout do Blog, muito fofo ^-^
Beijos ♥

Jessica - Ciana disse...

Ah sim claro! Entendi, mas a parceria funciona assim, é bem simples: você coloca meu blog numa lista de blogs no seu, e eu coloco seu aqui no meu, assim nós dois divulgamos nossos blogs ^^) Isso é parceria, é ajudar a divulgar =)

Abraços!!!

Jessica - Ciana disse...

pois é, ele sofreu muito, mais foi necessário T-T)
Eu também achei o Jonathan uma fofura!!!! Vamos ver o que vai rolar entre esses três ^^)

Obrigada pela visitinha!!!!

Jessica - Ciana disse...

kkkkkkkkkkkkkk Norus atingiu o nível máximo em maldade xD
Ele deve ser punido >_<)
Obrigada pelo elogio!!!!
E quanto a Tereza e Jonathan, hehhehe duvidas, muitas duvidas no ar xD

Valeu pela visita!!!!

Jessica - Ciana disse...

Todos ficaram tristes pela Solária, pobrezinha, teve um destino cruel, mas quem sabe a morte dela venha a ser uma coisa boa num futuro próximo xD

Quanto as fotos do blog, é assim:
Entre numa página qualquer do blog, clique na foto e selecione "muito grande" e publique como um teste.
Depois vá na página principal do blog, clique em "Modelo", depois em "Personalizar" ~~ ai vai abrir aquela pagina preta onde tem templates, plano de fundo, etc...
Clique em "Ajustar largura", ou pode estar escrito "ajustar widths" como esta aqui no meu.
Dai, você vai ajustando a largura enquanto vê no exemplo embaixo sua foto, até ver que a página esta do tamanho da foto =)

A minha largura eu deixo em 750.

Bom, espero ter ajudado xD Beijinhos e obrigada pela visita!!!

PS: se deixei algo meio confuso, fale que eu tentarei explicar melhor xD

Jessica - Ciana disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAAH morri de rir com suas ordens xD

Pode deixar mestre, farei o possível xD

O próximo capítulo talvez saia hoje ou amanhã! E que bom que gostou do lay! tentei deixar meio parecido com o tumblr, mas o fundo de florzinha vai sair, to procurando ainda um fundo melhor ^^)

Abração!!!! Obrigada pela sua visita!

Gabriel Padrão disse...

Olá Jeh, de novo... KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Poderia me add no msn? gabriel.padrao@hotmail.com
É que estou planejando uma nova história e estou com dúvidas quanto á escrita :P
E no caso também é que estou bastante sumido do meu blog :'(
Abraço! =DD

BeAz disse...

Fiquei muito triste com a morte de Solária, Luci não merecia ficar sem a mãe sem um dia a poder conhecer, foi muito triste mesmo. E o pai de Luci, coitado, deu dó o sofrimento dele. Mas agora temo por Tereza, será que ela veio pelo mal?
Beijinho!♥

P.S. Desculpa comentar só agora mas tenho estado super ocupada.