♥ Capítulo 22

-Gabe!!! - gritou Jack correndo até a janela quebrada.
-Não Jack! Os cacos, você pode se cortar! - impediu Wesley.
Ela enfurecida e apavorada começou a bater nele - Isso tudo é culpa sua!!! Você me fez sair daqui, me fez abandonar ela!!! É culpa sua ela ter fugido! Se eu estivesse aqui isso não teria acontecido, eu a teria acalmado!
-Calma Jack, calma!!! Me desculpa!!! Como eu poderia imaginar que ela chegaria a esse ponto? Nunca me passou pela cabeça que ela seria louca de quebrar uma janela e fugir!
Eles correram chamar os médicos, os seguranças, qualquer um que pudesse ajudar...
-Meu Deus! Porque o alarme do prédio não disparou, era pra ter disparado! - disse a médica.
-Como eu vou saber! Só sei que ela fugiu! E do jeito que ela esta, não sei até onde ela vai conseguir chegar ou o que pode fazer ou acontecer com ela! Por favor vocês precisam ajudar a encontrá-la!!! - disse Jack preocupada.
-Infelizmente nós aqui do hospital não temos muito o que fazer mas...
-O que? como pode dizer algo assim!!!! - interrompeu Jack.
-Mas nós chamaremos a polícia que é encarregada desses tipos de casos! - terminou a médica.
Jack compreendeu, Wesley trouxe água com açúcar e ela bebeu para se acalmar. Depois a levou até um banco e tentou amenizar a situação, enquanto esperavam a polícia.
-Jack, se você ficar desesperada não vai resolver muita coisa... Nessas horas temos que manter a calma pra poder pensar com clareza!
-Mas você quer pensar o que, cara? Ela fugiu! Não tem o que pensar!!!!
-Mas é claro que tem! Você a conhece, poderia imaginar pra onde ela pode ter ido! - insistiu ele.
Ela parou e pensou um pouco, realmente aquela ideia não era de se jogar fora... Talvez pelo pouco que a conhecia, poderia imaginar pra onde ela teria ido...
-Bem, eu não a conheço muito, mas sei que ela gosta muito de ler, gosta de parques e gosta de cavalos.
-É... Já é alguma coisa! Podemos dizer isso à polícia e pode ajudar na busca. Fica muito mais fácil procurar alguém quando se tem pistas de possíveis lugares onde ela costuma frequentar - disse ele.
A polícia chegou, ele contaram tudo detalhadamente, Jack falou alguns lugares que sabia que ela gostava de ir, e a polícia disse que faria o possível para encontrá-la.
-Estou tão preocupada... - dizia ela abraçada a ele, chorando.
Ele a acariciava e tentava acalmar como podia, e por instantes, sentiu seu coração pulsar mais forte e um calor lhe dominou o corpo - O que esta acontecendo comigo? - perguntava-se em pensamento.
-Tomara que a encontrem logo - chorava ela.
-É, tomara - respondia ele, em tom confuso e intrigante...

Enquanto isso ...

Gabe vagava solitária e perdida pela cidade... Ela não reconhecia absolutamente nada de onde estava, e continuava apenas andando...
-Que lugar é esse.... - choramingava sem saber.
Ela não reconhecia nada, não sabia nem quem era. Com o acidente que havia acontecido, ela bateu forte com a cabeça no chão ao desmaiar no quarto, e perdeu a memória, não recordava quem era, onde estava e nem o que fazia ali, por isso sua reação no hospital havia sido tão hostil...
Depois de muito andar, ela se deparou com um campo verdinho, cheio de árvores e um lago. Caminhou um pouco por ele, comeu algumas maçãs que encontrou ali e depois sentou-se perto to lago.
-Não sei onde estou, mas é tão lindo aqui! Me sinto bem aqui! - dizia a si mesma. De repente, ouviu um barulho! Algo se mexia atrás de uma moita!!! - Quem esta ai?? - perguntou ela.
Era um gatinho... Ela riu com a situação de medo tão boba que passou, e ficou brincando de jogar grama na água.
-Não suje o lago mocinha - disse alguém aproximando-se.
-Quem é você? - perguntou ela.
-E isso importa? - ele disse, sentando-se ao lado dela. Fez um silencio, e ele disse - Lugar muito bonito esse, você não acha?
-É, é sim, muito bonito. - disse ela - Você mora aqui?
-Eu? eu gosto de florestas e de bichos - respondeu - Você quer conhecer a minha casa?
Ela sorriu e concordou com a cabeça, pegou na mão dele e os dois foram caminhando.
Andaram por um tempão e depois chegaram numa casa - Nossa! Essa é a sua casa? É muito bonita!!!
-Venha, pode entrar! - os dois adentraram aquela casa curiosa e ali, passaram a noite conversando sobre livros, histórias sem pé nem cabeça e romances.
-Você tem onde passar a noite? - perguntou o moço.
-Não, eu não sei onde eu moro - ela respondeu.
-Você quer morar comigo???
Ela ficou muito contente - Sim!!! Eu adoraria! Posso te chamar de Senhor Charlie?
-Pode! Eu até gostei desse nome! E eu vou te chamar de Dona Lila!
-Gostei muito! Esse é um nome que eu gosto! - os dois ficaram rindo e tomando chá.

Enquanto isso na casa...

-Jé! - chamou Rodrigo - Telefone pra você! É do hospital!
Ela veio correndo tropeçando no próprio pé quase voando de cabeça em cima do telefone - Alô!!!
-Jé? É a Jack!!! - dizia ela com voz de choro - Você não sabe o que aconteceu!!!
-O que houve maninha? Me conta! Porque você esta chorando?
-É a Gabe... - soluçava.
-A Gabe??? O que houve? Ela piorou? Não me diga que ela.... - Jé pensou no pior....
-Ela fugiu!!! Quebrou a janela do hospital com uma mesa e fugiu!
Jé suspirou aliviada - Menos mal, pensei que você ia dizer que ela tinha morrido!
-Vira essa boca pra lá! - brigou - Eu estou desesperada, não sei mais o que fazer!!! Wesley fica tentando me acalmar, mas eu não aguento mais isso! Eu tenho que procurar ela!!!
-Mas quem esta procurando por ela? - perguntou Jé.
-A polícia foi procurar mas até agora nada, nenhuma noticia, nada! Eu vou sair procurando ela sozinha!!!
-Calma! Não faça besteira, tem que agir com calma!
-Eu não quero calma, eu quero a minha amiga!!!! - gritou ela chorando. Jé ficou em silêncio, Jack percebeu que estava se exaltando e respirou fundo - E você, alguma novidade? - mudou de assunto.
-Nem falo nada! A sonsa da Amanda esta aqui...
-Ué? Como assim, o que ela ta fazendo ai?
-A faculdade mandou... Disseram que a Gabe foi suspensa por estar doente e a vaga dela foi pra outra pessoa.
-Isso é um absurdo! Eu vou falar com o diretor! - exclamou Jack.
-Eu já falei, não vai adiantar, ele acha que a Gabe nem vai sair dessa... Ele não quer saber de gente doente, ele quer apenas alunos brilhando e elevando o nome da faculdade.
-Não posso acreditar... - resmungou Jack, inconformada.
-Pior foi o que essa menina me aprontou, mas é uma longa história, outra hora eu conto. Eu queria falar com o Wesley, ele ta ai com você? - perguntou Jé.
-Esta sim, vou chamá-lo, se cuida ta bom? Te amo. - despediu-se Jack.
-Ta, você também, eu prometo que vou fazer de tudo para ir ai te ver. Beijos. - disse Jé. Jack chamou Wesley e ele atendeu - Alô?
-Wesley, é a Jé. Você precisa ficar colado na Jack, entendeu?
-O que? Porque?
-Ela ta pensando em ir procurar a Gabe sozinha, do jeito que ela ta nervosa é capaz de se perder também.
-Eu pensei que vocês morassem aqui na cidade, que conhecessem aqui.
-Não, não somos daqui, somos de Sunset Valey. Viajamos de lá para o estágio.
-Entendi, pode deixar eu vou cuidar dela - disse ele.
-Eu agradeço muito por tudo que esta fazendo por ela e pela Gabe, você esta se saindo um grande amigo - disse Jé.
Ele ficou corado e sem jeito - É... Obrigado, bom, eu tenho que desligar, qualquer coisa nós ligamos pra você.
-Ta! Liga mesmo, qualquer notícia, qualquer acontecimento, por favor, me mantenha a par de tudo!
-Tudo bem. Até logo - desligou.
Jé ficou muito preocupada, ela já sabia que Gabe era meio doidinha, mas não esperava uma notícia dessas... Ela tinha que dar um jeito de ir ver Jack no hospital sem que amanda soubesse.

Enquanto isso em algum lugar da cidade...

-Qual cama você quer dormir? - perguntou o Senhor Charlie.
-Mas só tem uma cama aqui - disse ela.
-Então a gente vai ter que dormir junto Dona Lila!
-Você não esta tentando abusar de mim, esta?
-Claro que não! Jamais faria isso com a minha melhor amiga!
Os olhinhos dela brilharam - Você me acha mesmo sua melhor amiga?
-É claro! Eu e você somos melhores amigos e seremos pra sempre, e você vai morar comigo pra sempre! Nunca mais vamos nos separar!!! Nunca mais vamos sair daqui!!!

5 comentários:

David Veiga disse...

Nossa, que desespero desse povo!
Ela fugiu e encontrou esse carinha, e isso é um circo?
Coitada, perdeu a memória. D:
Será que vão a encontrar?

...e por instantes, sentiu seu coração pulsar mais forte e um calor lhe dominou o corpo...

Ele está apaixonado! O_O

Beijos!

Simy (Diários The Sims) disse...

Gente! Que momento 'dorgas' foi esse da Gabe, hein! Que louco!
E o Wesley tá caidinho pela Jack *-*
Adorei o capítulo, Jeh!
Beijos.

http://diariosthesims.blogspot.com.br/

BeAz disse...

Nossa Gabe foi parar nas mãos de um vampiro! Coitada, quem vai descobri-la ali? É quase como procurar uma agulha num palheiro.

Beijo!♥

Ads disse...

Wesley ta apaixonadinho *-*
Que louca a Gabe, espero que a encontrem logo :(

Caroline disse...

Medo do carinha com a Gabe!! Espero que ela fique bem, e rápido.