✿ Capítulo 5

O dia raiou e Luciana dormia como um anjo.
-Querida, acorde, hora de se arrumar pra escola! - disse Augusta, levantando para fazer o café.
-Tah... - respondeu ela, ainda de olhos fechados, sonolenta.
Espreguiçou, agradeceu a Deus por mais um dia, como Augusta havia ensinado, e desceu da cama. Arrumou seu cabelo, ela amava tranças e seus lenços coloridos. Estava sempre com o mesmo penteado e seus lenços coloridos e laçinhos de variadas cores.
Vestiu seu uniforme horroroso... Não entendia porque tinha que usar uma roupa tão feia e triste... Luciana adorava roupas coloridas, talvez fosse por tão ter cor alguma, gostava de se encher de cores... E aquele uniforme preto e branco deixava ela ainda mais sem graça...
-Bom dia vovó... - murmurou entrando na cozinha.
-Bom dia querida, seu café esta pronto - respondeu Augusta - E então, ansiosa para o segundo dia?
-Sim! Vou mostrar pra eles que eu sou legal vovó, você vai ver! Vou voltar feliz da escola desta vez!
-Assim que se fala, amor! - sorriu Augusta.
Luciana tomou o café, depois foi escovar os dentes e esperou o ônibus da escola passar. Assim que ele chegou, ela se despediu de Sofia, que sempre esperava o ônibus com ela, deu tchau para Augusta que estava na porta e seguiu para a escola.
Chegando lá, observou a escola, como era bonita e pequena... Augusta e George juntaram dinheiro e colocaram ela numa escola particular, onde a classe era de menos de 10 alunos, só para os mais ricos e inteligentes, mas alguns só eram ricos, porque a inteligência passava longe. Como no primeiro dia, Luciana entrou direto para a classe e esperou o sinal bater, assim todos os alunos entraram e a professora também - Bom dia crianças! - disse ela.
-Bom dia professora Clarice! - responderam todos em conjunto.
-Vou começar a chamada...
Enquanto isso, o garoto atrás de Luciana, quando a viu, já quis começar a implicar com ela, pois tinha gostado de atazaná-la porque ela chorou no primeiro dia, e ele de certa forma adorava pirraçar as meninas e fazê-las chorar.
-E ai Cinzentinha? Não vai falar bom dia pra mim, não? - disse ele.
-Desculpe, mas eu só falo bom dia para pessoas que me interessam! E você não é nada interessante pra mim... - respondeu ela com ar de menina madura.
Ele espantou-se com a resposta direta! No primeiro dia ela se espremeu num canto, ardendo de vergonha e hoje já estava toda atiradinha, retrucando ele! Não, ele não gostou nada, não ia deixar assim. Ficou quieto, sem graça e com raiva, e iria mexer com ela outra hora....
-Você viu aquilo? - sussurrou Melissa para a amiga - Aquela menina nova zoou o Rogérinho na cara dura!
-É, ela deve estar se achando! Vamos dar um sustinho nela no intervalo? - sugeriu a amiga, Patrícia.
-Vamos sim, temos que mostrar que nós mandamos aqui, se não ela já vai pensar que pode tudo! - e assim fizeram, ficaram de olhos grudados em Luciana, que fazia as lições e nem dava bola pro Rogério, que vira e mexe, tentava pirraçar ela novamente, mas fracassava.
No intervalo, todas as crianças saíram correndo alucinados para tomar seus lanches, mas Luciana ficou na classe, ela não estava acostumada com um ambiente cheio de gente gritando e correndo, então preferiu tomar seu lanche no sossego da classe.
No pátio, Melissa e Patrícia procuravam por ela, e nada.... - Mas cadê essa menina, desapareceu?
-Não sei não ... Será que ela ouviu a gente e se escondeu, com medo?
-Se estiver com medo é bem melhor! Vamos voltar na sala pra ver se ela esta lá.
-Veja quem encontramos! - disse Melissa. A amiga riu, e Luciana assustou-se com a chegada repentina das duas.
-Oi menina nova! - disse Patrícia.
-Oi... - respondeu Luciana, tímida.
-Então, esta gostando da escola? - perguntou Melissa.
-Estou sim.
-Que bom.... - retrucou Melissa com desdém - Bom, viemos aqui dizer que se precisar de amigas, estamos aqui! Já que só tem a gente de meninas nessa escola idiota...
Patrícia estranhou o comportamento da amiga e a olhou com cara tipo "o que esta fazendo?"
Luciana sorriu feliz, e agradeceu. As duas voltaram ao pátio e então Patrícia, não entendendo nada, perguntou - A gente não ia dar um susto nela??? Porque ofereceu amizade? Eu não quero ser amiga daquela menina estranha!
-Calma Paty, é só o começo do plano.... Vamos fazer ela passar tanta vergonha que nunca mais vai querer aparecer aqui! Vai ficar com tanta vergonha, que vai se esconder e começar a estudar debaixo da carteira! HAHAHAHAHA!

5 comentários:

David Veiga disse...

Olá Jeh, adorei esse capítulo! Li os outros mas não deu para comentar.
Vejo que a história estar pra ficar bem melhor. :D
Beijos!

Caroline disse...

Que garotinhas metidas! Mas a Luci está se saindo bem. Estou louca p/o momento q ela perceber a magia dentro dela...

Simy (Diários The Sims) disse...

Aff, que meninas idiotas! Espero que o plano delas d~e errado! muahahaha.
Beijos.

http://diariosthesims.blogspot.com.br/

BeAz disse...

Essas meninas precisam de uma lição!

Beijo!♥

Dulce Gagaturno disse...

Eu comecei a ler agora e estava me coçando para comentar, só que eu não resisti e tive que comentar Simplesmente P-E-R-F-E-I-T-A está história tenho que aplaudir de pé este comecinho imagina oque tem lá pela frente OMG