❅ 10º Capítulo

Alan estava tão bonito, tão elegante, com aquela beleza única que todos os soldados tem, de aparência firme e postura de causar respeito. Ao me aproximar, nos cumprimentamos com beijinhos no rosto, depois ele disse - Venha, eu preparei algo que espero que você goste!
Caminhamos até seu carro e seguimos viagem. 
Devo confessar que no fundo estava com um pouco de medo, nos conhecíamos tão pouco e eu já havia aceitado entrar no carro dele e permitido que me levasse em algum lugar desconhecido. Muitos diriam que isso é coisa de gente desprovida de inteligência, que não se entra no carro de um 'quase estranho' e o deixa fazer uma surpresa.... E se a surpresa fosse me levar para um lugar escuro e sombrio, abusar de mim e depois me matar? Eu nem sabia porque ele havia sido dispensado do exercito.... E se fosse por mau comportamento? E se tiver ficha suja? Aqueles pensamentos começaram a povoar minha mente e senti um frio na barriga... De repente ele estacionou o carro - Chegamos!
Desci e olhei ao redor... Não tinha outras casas, só uma construção de madeira antiga e um riacho corria a frente, e muitas, muitas árvores.... Acho que ele percebeu meu medo, sorriu e caminhou até mim - Esta tudo bem? - perguntou - Não precisa ter medo, eu sei que parece um lugar muito estranho, mas aqui mora alguém que quero que conheça.
Alguém? Quem seria? Um parceiro, um cúmplice que o ajudava nas tramas e nos raptos de mulheres inocentes? A casa não tinha porta da frente, apenas um grande elevador de ferro, o que me deixava ainda com mais medo... Se eu fosse forçada a fazer uma fuga rápida, pra onde correria? Saltaria pela janela? Lá de cima? Impossível..... Ele me despertou dos pensamentos nebulosos e entramos no elevador. Subimos até o segundo andar, e logo que saímos ele disse - Bem vinda!
Olhei, parecia uma casa bem simples... Móveis de madeira, poucos utensílios modernos, um sofá velho, quem quer que morasse ali, era muito pobre... - Que lugar é este? Quem mora aqui?
-Bom.... Eu moro aqui! - disse ele com um sorriso.
-Você??? - surpreendi-me totalmente.
-Sim... É, eu sei, parece muito esquisito, uma casa tão simples para um soldado que ganha muito bem. A verdade é que meu dinheiro esta todo aplicado no banco, como eu vivia no campo de treinamento, dormia lá e tudo, vinha pra cá só nos finais de semana... Então nem preciso de uma casa chique.
-Entendo. Mas então.... Foi uma piada dizer que queria que eu conhecesse alguém que mora aqui? - perguntei curiosa.
-Não senhorita! Tem alguém que quero que conheça! Eu falei muito de você e ele demonstrou um grande interesse... Acho até que esta apaixonado pela sonoridade do seu nome.
-Esta brincando? - Aquela conversa estava muito esquisita, isso sim!
Ele riu, levou a mão à boca e soltou um assovio. De repente ouvi passos, que se transformaram em muitos passos confusos, e logo uma coisa enorme e peluda surgiu da entrada da cozinha e veio correndo em direção a nós.
-Meu Deus mas o que é isso???? - perguntei ao ver aquele bicho gigante perto de mim.
-Marina, este é o Boris! Boris, esta é a Marina, aquela que eu sempre falo pra você... - disse ele fazendo as apresentações.
Fiquei bem surpresa, eu nunca havia visto um cão tão grande tão de perto! Ele era de se dar medo, tinha um olhar profundo, pelos em tons escuros e patas grandes, será que era manso?
-Vamos, ele não vai comer você! - brincou.
Caminhamos até perto da mesa da cozinha, e aquele bichão indo atrás de mim, de repente ele parou e soltou um latido muito grosso e muito alto. Dei um pulo, Alan riu. - Não acho graça! - falei, mas acabei rindo também... - Ele quer identificar você. Tem que esticar sua mão, ele vai cheirar, se gostar de você vai fazer manha, se não gostar, é melhor você gostar de altura porque a janela vai ser a única alternativa - brincou.
-O que???? - ele estava conseguindo me deixar ainda mais assustada. Já que não tinha jeito, tomei coragem, respirei fundo, e deixei que ele me cheirasse. Estiquei a mão bem devagar e aquele focinho gigante foi se aproximando. Senti quando ele tocou a costa da minha mão, estava geladinho e molhado, ele cheirou, cheirou, cheirou... Parou e me encarou...
-É agora... - disse ele colocando mais suspense no ar. 
Quando eu menos esperava, Boris se jogou no chão e começou a fazer um som parecido com choro, esfregava a costa no chão e olhava pra mim balançando as patas. Logo percebi! Aquele cão era um grande manhoso! Fiquei tão apaixonada que me curvei e comecei a afagar sua barriga, e quanto mais eu afagava, mais manha ele fazia - Vocês dois me pregaram uma peça, eu quase morri de medo!!!! - falei rindo enquanto acariciava ele.
-Hahahaha! Se fosse tão simples não iria ter tido tanta graça! Boris é um bundão, o que ele tem de grande, tem de medroso. É um cão muito leal e meigo, nunca machucou ninguém, nem os passarinhos que entram na primavera para comer sua ração... Ele divide até a ração! Com pássaros! - riu.
-Meu Deus, mas ele é fofo demais!!! - o medo todo foi-se embora e aquele bicho enorme já não era mais tão assustador. Seus olhos profundos se transformaram em um súplico de carinho e seu pelo escuro era um charme, já sua patas enormes eram tão macias que nem a patada mais forte machucaria alguém - Você é uma graça, seu fofuchinho!!!!
Depois que os carinhos e a melação acabou, Alan disse - Agora vem a melhor parte! A minha surpresa! Venha comigo.
"É agora que ele se revela um assassino em série e me mata?" - pensei comigo, começando a achar aqueles pensamentos muito inconvenientes... Seguimos até uma escada, e descemos.
Ao chegar lá embaixo, ele falou - Bem vinda ao meu refúgio secreto! O maior motivo de eu não ter vendido esta casa ainda.
-Nossa! É lindo aqui!!! - de fato era mesmo. Parecia um porão com uma piscina quente e janelas enormes que davam para uma vista incrível!
-Eu amo este lugar, é aqui que fico a maior parte do tempo quando não estou com Boris. Minha piscina é minha paixão! E agora eu te pergunto, vamos nadar, não é?
Olhei-o surpresa - Nadar, nesse frio? Esta louco? E eu nem trouxe traje de banho, não trouxe nada, é melhor não.
Ele pegou minhas mãos - Mas a água é quente, não sentiu ainda o calor daqui?
Realmente eu tinha percebido algo estranho, estava muito quente e eu estava começando a soar com aquele casaco enorme.
-Vamos lá! Essa é a parte que você aceita e me deixa muito feliz! Não faça essa desfeita com minha paixão, por favor!!! Você não vai mais querer sair depois que entrar! A água é maravilhosa!
Pensei um pouco... Que mal faria um mergulho? - Tudo bem, mas com que roupa eu vou nadar?
Eu já pensei nisso! - sorriu - Comprei um traje que esta ali no vestuário, não a conheço muito bem, mas pelo pouco que te analisei, espero que goste e que sirva!
Sorri encabulada e fui até lá.... Entrei, fechei a cortininha e abri a gaveta de um criado mudo. Tirei uma peça que parecia ser um maiô, retirei minhas roupas, e o vesti. Era lindo! Perfeito! Da minha cor preferida! Mas como ele sabia? Como?
Saí com passos elegantes e um andar sensual, ele me olhou e parecia me apreciar em câmera lenta - Como você sabia? Eu amei!!! Amei mesmo! é lindo, é perfeito, serviu certinho! Não acredito, como sabia meu tamanho e minha cor favorita? Estava me espionando?
-Hahahaha, claro! O tempo que passamos juntos eu pude perceber que gostava de tons de marrom e creme, pois suas roupas são quase todas dessas cores. Já seu tamanho eu não sabia, não dava para identificar com toda aquela roupa de frio, por isso comprei um tamanho único que estica bem! Pensei "vai que ela é meio fofinha né, tem que servir!" - riu.
-Hahaha seu engraçadinho! E se eu fosse 'fofinha' teria algum problema?
-Não, pelo contrário eu iria gostar de você da mesma forma. - sorriu.
Corei, e ele acariciou meu rosto. Me olhou de um jeito sedutor e quando pensei que iria me beijar, ele disse - Esta pronta para puar da prancha, maruja?
-Mas o que...?
-Sim! Pensa que vai entrar mansa pela escada? Não senhora, é pela prancha! Eu te raptei, você é minha refém, e meus reféns são jogados ao mar pela prancha!
-Aaaah não, nem pensar! Eu morro de medo!!!
-Mas você vai perder a parte mais divertida!!! Vamos, vamos, vamos, diz que siiimm!!! - insistiu fazendo carinha de cão sem dono.
Não resisti, ele pareci tão teimoso quanto Paula... - Tudo bem! Mas então você pula primeiro, 'capitão'!
-Tá! Ok! Então fique vendo o mestre do trampolim! - riu.
Alan andou pela prancha, e começou a dar pulinhos, de repente deu um salto enorme, girou no ar e caiu na água! E sem acertar o teto!
Aplaudi animada - Ual!!!! Incrível Senhor Mestre do Trampolim!!! Agora veja o desastre em pessoa.... - ri, subi na prancha, ela balançava muito e eu hesitei, fechei os olhos, respirei fundo....
-Vamos, você consegue!!! Estou aqui para te segurar se for preciso!
Pensei comigo "Não tenha medo, o máximo que pode acontecer é eu escorregar, bater a cabeça da ponta da prancha e morrer...." - as vezes eu odiava meus pensamentos.... Mas tudo bem! Balancei a cabeça como tentando esquecer tudo e gritei - Aqui vou eu!!!!

22 comentários:

Simy (Diários The Sims) disse...

Ai, como o cão do Alan é lindoooooo!!
Me lembrou muito o meu cachorro (não a aparência, mas o jeitinho bundão! kkkkkk)
Amei esse capítulo, e no início fiquei como a Marina: com medo de que ele fosse sequestrá-la ou algo do tipo! kkkkk
Beijos.

http://diariosthesims.blogspot.com.br/

Jessica - Ciana disse...

hahahaha é, eu levei quase duas horas pra conseguir decidir que cachorro seria, eram todos lindos!!!! fiquei em dúvida entre o chow-chow e esse que é um Mastim Tibetano. Achei ele mais chique, mas gosto mais do chow-chow *-*)~~ mas tenho planos pra ele no futuro hehehehe

Obrigada pela visita querida! Abraços!

Cássia disse...

Finalmente consegui voltar a ler essa história.. Escola, cursos e serviço estão ocupando todo o meu tempo.
Estou amando e o fato da Paula e o Julio serem noivos me surpreendeu bastante.. Eu imaginava que eles teriam alguma ligação, mas não esperava que fosse essa ligação....
Adorei o "Incrível Senhor Mestre do Trampolim". Ele fara bem a Marina.
Será que no final sera Marina&Julio e Paula&Alan???
Seria interessante...

Dulce Gagaturno disse...

Adorei o capitulo, e ainda mais quando o cão apareceu *--*
amo animais no the sims, e foi a parte que mais gostei.

Já a outra coisa que gostei foi do Alan sem camiseta (66' #TaParei

Beijo!

Guilherme Pokis disse...

Sei que Jé vai conseguir!
Agora, sobre o Alan, agora parece que está muito errada minhas opiniões sobre ele. Ele parece um cara legal!
Boa sorte... Abraços!

Guilherme Pokis disse...

PS: Jé, eu andei visitando um de seus blogs sobre histórias Sims parceiros e vi que em um comentário você deixou seu MSN! Eu aproveitei e peguei e adicionei. Tenho dois: um tá com o nome Guilherme Pokis(do blog) e o outro com o nome GuiH Polonio.
Aceita lá, fazendo favor! Obrigado!

Marina Tavares disse...

Achei que ele fosse raptar a Marina AUSHAUSHAUHSAUHSUAH #brincadeira
Acho que ele não é capaz de tanta maldade assim kkkk
Mas o que eu ri mesmo, foi com os pensamentos da Marina, o que foi isso ? AUSHAUHSAHSUAHSAHSUAH
O cachorro do Alan é lindo, assim como o dono, vamos combinar AUSHASUHASUHAH
A Marina ficou muito linda de maiô rs
E como assim vc acaba o capitulo, me deixando curiosa, de como a Mari vai cair na piscina ? Hahahahaha
Adorei, ou melhor amei!
Beijinhos :*

Jessica - Ciana disse...

Hehehe sim, Alan esta mostrando ser um bom rapaz ^^) Marina merece.
Será que o final será esse? hmmmm heheheh ainda vai ter muita coisa antes de descobrirmos *-*)

Abraços!!!

Jessica - Ciana disse...

O Cão é lindão, né *-*)
Hahaha Alan sem camisa, as sims piram xD

beijos!

Ads disse...

Oin que fofo que o Alan ta sendo.

Jessica - Ciana disse...

Eu não entendi "Sei que Jé vai conseguir"... eu vou conseguir o que?? xD

Pois é, você parece estar errado, mas você não esta se perguntando "será que essa bondade toda do Alan é só uma faxada, vai durar quanto tempo?" ... heheh adoro te deixar confuso xD
___
Aaah era você aquele msn... eu aceitei porque não sabia quem era, mas qual a necessidade de se ter dois msn da mesma pessoa add? rs

Jessica - Ciana disse...

Hahahah eu também achei xD

Será que ele é realmente bom o só esta disfarçando? rs

Sim, o Boris é super lindo, um fofo!!!!!!

Hahaha sabe que eu sempre deixo um suspense ou surpresa no final, assim eu mato vocês de curiosidade e quando lanço o próximo vocês vem rapidinho pra matar a mesma xD

Abraços querida!

Jessica - Ciana disse...

Hehehe bem fofo né ^^)

Dulce Gagaturno disse...

Estou on no msn, se puder entra lá para conversamos xD

Guilherme Pokis disse...

Jé não...ushahuahsua.
É que estou acostumado com suas outras histórias. Me enganei. É Msrina, não Jé

Jessica - Ciana disse...

Hahaha agora faz todo sentido!!! kkkkk'

Tulio soares disse...

Que cachorro lindo o dele, agora fiquei "cafuso" kkkkk, com quem será que Marina vai ficar ?
abraços

Caroline disse...

Alan é muito galanteador! E parece bonzinho demais U_U ~le suspeitas
Coitada da Marina, com tantos pensamentos negros.
Amei o cap!! -sempre-
xoxo ^^

Marina Marchisio disse...

Que lindo o cachorro do Alan :D
O Alan esta sendo querido, fofo e romântico *-*, que sonho de homem!
Beijos!

Jessica - Ciana disse...

Hahaha!
Ficou confuso?? heheheh pode deixar que eu vou piorar essa confusão! xD

Abraços O/

Jessica - Ciana disse...

Hehehe ele é bem romântico, será que é só faxada?
Hehehe vamos ver *-*)

Xoxo² ♥

Jessica - Ciana disse...

Super lindo e fofo né *-*)
Hehehe sonho? você vai ver o que é sonho de homem no capítulo 11! xD

Beijos!