❅ 9º Capítulo

Paula estava muito feliz! "Pelo menos os dois estão se dando bem" - pensava ela sorridente. Já estava na hora de ir pra casa - Então até amanhã pra vocês - falei.
-Até. Tchau amor - os dois se beijaram, depois ela entrou no carro e desapareceu na curva da esquina.
Eu dei as costas e saí andando, e Júlio falou - Você não quer uma carona?
-Tem certeza que vai convidar uma maluca tarada para entrar no seu carro? - ironizei.
-É o mínimo que eu poderia fazer por essa maluca ter me polpado de uma imensa briga com a patroa - sorriu sem jeito - Vamos, as ruas estão desertas e nós moramos no mesmo lugar. Não me faça ter que insistir, eu não sou bom em tentar ser bondoso - deu uma leve risada.
Assenti com a cabeça e entrei no carro. Ele entrou, ligou o som e seguimos em silêncio, ambos sem graça... - obrigado - disse ele puxando assunto enquanto dirigia.
-Não foi nada...
-Não, é sério, eu fui rude com você e ainda assim você me ajudou. Realmente agradeço.
-Eu só fiz isso pela Paula. Ela é uma amiga muito querida e não merece que nós dois fiquemos brigando e a deixando triste. Não posso dizer que você faria o mesmo por mim, não é... - falei sendo sincera.
Ele não respondeu. A resposta era clara, nem precisava ser dita. Se ele se importasse mesmo teria aceitado fazer o bolo junto comigo. Mas tudo bem, já passou e eu realmente não me importava se ele se importava ou não.
Descemos do carro, agradeci a carona e fui andando até minha casa.
-Então.... Boa noite - disse ele, um tanto encabulado.
-Boa noite. - balancei a cabeça despedindo-me e entrei, indo direto para a cama. Fiquei pensando em tudo o que havia acontecido hoje... - Como o destino é imprevisível - murmurei entre sorriso e decepção... Nunca poderia imaginar que o homem mais chato e implicante da Terra fosse se casar com uma moça tão linda e doce como a Paula.
-O que ela viu nele afinal? Um homem loiro de olhos azuis com um sorriso sedutor, que clichê - resmungava eu deitada sob o lençol. Logo lembrei quando Paula disse que ele estava desanimado e perguntara se ela o achava irresponsável... Será que ele havia ficado assim porque eu o chamei disso? Será que minhas palavras o tocaram tanto assim? Ah, deixa isso pra lá... Eu não estava muito interessada em ficar pensando nele, mesmo assim ele ficava insistindo em não sair da minha mente, principalmente seu 'nobre' ato de me dar uma carona...
-Ele só fez isso para tentar ficar quite com minha boa atitude perante ele hoje na loja... Amanhã com certeza vai estar o mesmo insuportável de sempre...
Decidi tentar pensar em outra coisa... - Alan... Isso sim era um homem de verdade! Forte, decidido, educado, meigo, respeitoso e muito simpático... Pena não termos trocado telefone nem nada, acho que nunca mais vou vê-lo.... Que pena... Ele seria um bom amigo - fiquei pensando nele e acabei conseguindo enfim dormir.
_________________________________________________________

Júlio estava só o pó do Conde Drácula, exausto, parecia que tinha levantado duzentos quilos durante o dia inteiro, e olha que ele nem fez quase nada! Estava morto e foi direto deitar-se. Ficou pensando em mim. Estava muito confuso - Será que ela me ajudou só para usar isso contra mim depois? Ela bem poderia fazer chantagem e me teria nas mãos ameaçando contar toda a verdade se eu não a obedecesse... Será que ela faria isso? - dizia ele, preocupando-se.
Ele não conseguia entender o que se passava. "Ela era tão chata e tão insuportável e de repente parecia outra pessoa" - pensava. Por um momento pensou em largar o trabalho, ele nem precisava, sua tia lhe bancava muito bem. Decidiu dormir e ver no dava amanhã...
_________________________________________________________

O dia raiou e eu acordei muito bem disposta! Era sexta-feira e a manhã estava radiante! O natal estava chegando e eu estava feliz por ter uma amiga a quem iria presentear este ano! Estava cansada de dar biscoitos em forma de peixe para Beleíze todo ano... Tomei um bom e reforçado café da manhã, e fui trabalhar. Mesmo voltando a trabalha, eu decidi ir sempre a pé, assim poderia apreciar a natureza, mas na verdade estava pensando até em vender o carro, pois eu estava tentando mudar minha rotina e talvez nem precisasse mais dele.. 
Lá estava eu caminhando pela neve quando de repente ouço alguém me chamar - Ei, Marina!
Olhei para o lado e era ele, Alan! Atravessei a rua e me aproximei - Bom dia sodado! - sorri.
-Bom dia moça bonita! Eu sabia que te encontraria aqui - sorriu também.
-Ah! Quer dizer que estava me esperando?
-Sim senhorita! Suponho que esteja indo trabalhar, certo?
-Estou sim, e você o que faz?
-Estava esperando uma moça para acompanhá-la até seu trabalho, mas ela já chegou, com licença - fingiu me esnobar e deu a volta na pracinha até chegar perto de mim - Permite?
Eu sorri e disse - Claro que permito! - ele era um doce! Que gentleman! Eu realmente estava adorando sua companhia. Andamos até frente a loja e nos despedimos com um suave beijinho no rosto. Antes que eu me fosse ele disse - A que horas você sai?
-Se a Paula não precisar sair para resolver negócios, sairei as cinco. Por que? Esta planejando algo suspeito, soldado? - brinquei.
-Sim! Na verdade eu planejava convidá-la para uma atividade depois do seu trabalho, o que me diz?
Acanhada, balancei a cabeça positivamente, dei um tchauzinho com a mão e entrei na loja.
-Quem era ele? Me conta tudo!!! - exclamou Paula surgindo de trás do balcão.
-É um amigo - ela logo me interrompeu - Amigo? Amigo??? Ah! Conta outra, eu vi os olhares, os sorrisos, eu vi tudinho!!! Não minta para sua chefe! - ria.
-Mas é verdade, ele é só um amigo, na verdade é um conhecido. De ontem. Nos trombamos e eu caí no chão, ele me ajudou a levantar,me convidou para passear, tomamos um cappuccino, depois ele me trouxe aqui. E hoje me surpreendi vendo ele a me esperar novamente. Pensei que não o veria outra vez, mas ele estava lá. E me acompanhou. Foi apenas isso! - dei um leve sorrisinho como se aguardasse algo a mais.
Ela pulou de alegria e me abraçou - Que maravilha, que maravilha!!! Olha! Tenho um super convite pra você! Amanhã Júlio e eu vamos a uma danceteria nova que abriu na cidade, quero que venha com a gente!
-Ir numa danceteria? Eu nunca fui num lugar desses, não saberia nem como me virar lá! E eu também nem tenho um acompanhante. É melhor deixar pra uma próxima e.... - ela me interrompeu olhando séria - Eu não vou nem precisar dizer que a sua companhia te esperou hoje para te acompanhar até aqui, uma completa estranha e ele fez questão de esperar! É óbvio que ele quer alguma coisa contigo, garota! Você vai convidar ele. Eu não aceito um não como resposta!
Paula era teimosa, mais teimosa que eu... Ela iria insistir até eu aceitar, então não tive outra escolha... - Tudo bem, tudo bem! Mas já vou avisando, eu não sei quando vou ver ele de novo e... - ela me interrompeu outra vez - Ele vai vir te buscar na saída que eu sei.
-Mas o que...? Que coisa feia! Minha chefe bisbilhotando as minhas conversas? Aaahh mas eu vou te denunciar pra polícia, Dona Curiosa! - fiz uma cara de zangada mas não aguente por muito tempo e comecei a rir, e ela riu junto - Falando em polícia... Onde esta o seu noivo?
Ela não entendeu a relação do noivo com a polícia, mas respondeu - Eu não sei... Liguei pra ele umas três vezes e ele não me atende... Não sei o que houve. Mas também não posso sair daqui para ir atrás dele. Se ele quiser vir, que venha, se não quiser, contratarei outra pessoa - disse ela confiante. Eu decidi não tocar no assunto e começamos a trabalhar. Ela me ensinou muitas coisas, banho maria, o funcionamento do fondue, combinações novas de sabores exóticos e únicos! Passamos a tarde brincando de comidinha como quando eramos crianças. Quando deu cinco horas, Paula me dispensou... Praticamente me chutou para fora da loja e me intimou a contar todos os detalhes amanhã. Essa Paula.... não presta não! heheheh.
Saí da loja e ele estava me esperando perto das mesas - Olá - falei sorrindo ao me aproximar.
-Olá moça bonita! E então, esta preparada para uma noite inesquecível?

12 comentários:

Guilherme Pokis disse...

Adorei o capítulo.
Por que será que Júlio não veio trabalhar? Eu já tenho uma resposta para essa pergunta. Ela é meio estranha, mas...
Bom, minha opinião de Júlio não ter vindo trabalhar é por que Alan viu Marina subindo no carro com Júlio, desconfiou, e os seguiu. Descobriu onde Júlio morava e fez algo de ruim. Isso descreve Alan como uma pessoa ruim.
XD
Resposta esquisita, né?
Ou simplesmente Júlio ficou com aquela dúvida no ar e resolveu não trabalhar.
Bom... de novo... adorei o capítulo! Ficou muito legal mesmo!
Boa sorte novamente... Abraços!

Ah, a propósito, conseguiu consertar o problema com o jogo?

Felipe disse...

Jessica!!!
Faz parceria comigo :D

Gostei Muito Desse capitulo XD

Marina Marchisio disse...

Adorei como sempre, só pra lembrar eu sou a Marina daí eu só coloquei o sobrenome pra ficar melhor pra você me indentificar melhor ;)
Adorei o caítulo anciosa para o próximo

Beijos! :)

Tulio soares disse...

O que houve com Julio ?
abraços

Dulce Gagaturno disse...

OMG só tem homens bonitos em "ai o Julio"
e esse agora? Marina é pedir muito para me emprestar um ? kkkkkk
bjos

Jessica - Ciana disse...

Hahahaha sua resposta realmente é muuuito estranha xD Mas não é impossível, hehehe.

Eu achei que todo mundo fosse ficar meio de orelha em pé é com o Alan, afinal ele ia levar Marina pra sair e nem contou pra onde, ele poderia estar tramando algo né rs.

Que bom que adorou o capítulo, fico muito feliz!!!

Abraços!

Jessica - Ciana disse...

Aaa sim, claro!!!
Eu já ia fazer, mas acho que acabei por algum motivo que não me lembro agora, esquecendo de colocar seu blog xD

Abraços!

Jessica - Ciana disse...

Aaa ok querida, agradeço ^^)
Que bom que gostou!!!

Beijos!

Jessica - Ciana disse...

o que será que houve com ele?
hehehe vamos descobrir *-*)

Abraços!

Jessica - Ciana disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk muito homem né rs
claro ela empresta sim!!!! ^^)
hehehe

Abraços!

Dulce Gagaturno disse...

Okay, que dia que posso buscar?
kkkk'

Beijos!

BeAz Sims disse...

Oi querida Jeh!
Me desculpa este tempo todo sem dar notícias mas estive muito ocupada em fazer alterações ao meu blog, depois dê uma olhada e deixe a sua opinião.

http://beazsims.blogspot.pt/

Em relação à história:

Li os capítulos em atraso e fiquei curiosa, muita coisa aconteceu para meu espanto mas e Júlio, o que aconteceu com ele?

Beijão!♥