Capitulo 12.

Naquela tarde na casa de Felipa....

-Porque ela fez isso comigo, porque.... - resmungava Felipa sentada na beira do lago atrás da sua casa... - Ela era minha melhor amiga!! A minha única amiga!
De repente ela parou arregalando os olhos e disse - A não, o que foi que eu fiz!!!!!
Levantou já quase caindo e saiu correndo.
Chegando na praça da flor, Felipa revirou os quatro cantos do lugar e nem um sinal de Rita...
-Não acredito! Ela se foi!! Oh não! E agora, o que será dela? E é tudo minha culpa!!! Se eu não tivesse sido rude.... Ela estaria bem... Ai meu Deus será que a tia dela achou ela? Será que a pegaram? Será que algum bandido cruel a assaltou ou pior, a sequestrou?? Céus!!!!! O que foi que eu fiz........


Casa da Eva...

-Sério? Você tem certeza??? Uma menina não é? Do cabelo azul? Mas a Rita não tem cabelo azul! Não importa, agradeço sua ligação! - desliga.
Eva estava muito empolgada naquela tarde.... Toma o telefone em mãos novamente e liga - Alô? Sim, precisamos conversar, tem que ser pessoalmente, tudo bem eu aguardo, até logo. - desliga.
Não dá meia hora alguém chega.
-Que bom que veio! - diz Eva.
-É bom que seja importante! Eu tive que sair as escondidas, Vitor esta começando a desconfiar!!! - disse Valentina - Você a encontrou?
-Encontrei!!! Ela esta bem e em segurança, precisamos agir!!!
-Ótimo! - Disse ela tirando o celular do bolso e ligando pra alguém - Pardal, é hora de agir... Seja discreta!
-Pra quem esta ligando? - perguntou Eva.
-Não é da sua conta, o importante é que aquela nojentinha vai estar aqui em breve....
Valentina riu, mas logo ficou séria e disse - Tenho que ir, mas volto logo, e com ela em mãos!

No mesmo instante, no abrigo de Edna...


-Estou com sede, vou beber águe ta? - falei para Paulo.
-Tudo bem, eu espero aqui. - disse ele.
Eu estava feliz, havia feito um amigo homem e nem foi tão difícil assim!!! As meninas criam um caso enorme para falar com os meninos, e quando falam, veem que não era um bicho de sete cabeças!!
Fui beber água, mas antes que pudesse entrar totalmente na cozinha, vi e ouvi Edna no telefone - Sim, sim... Isso, esta aqui... Tudo bem estarei esperando, venha depressa. Até.
Saí de fininho dando meia volta e voltei para perto do sofá quase pálida.
-Esta tudo bem Brenda? - disse Paulo aproximando-se e me olhando preocupado.
-Não... Er, Sim! Quero dizer, sabe o que é, eu preciso ir embora!!!! - falei gaguejando. Sentia no meu íntimo que Edna falava de mim no telefone.... Não tinha certeza, mas senti um arrepio na nuca no mesmo instante!
-Como assim ir embora? Pra onde?
Antes que eu pudesse dizer, Edna entrou na sala e disse chamando todos - Meninos!! Venham todos aqui, hoje vamos receber uma visita, é uma amiga minha, amiga muito distante, vamos ter uma conversa em particular então quero todos no quarto nos dando privacidade, certo?
Todos fizeram sinal positivo com a cabeça e disseram "Sim senhora tia" em uníssono.
Me aproximei dela e disse - Dona Edna, sabe o que é, eu não posso mais ficar, preciso ir embora, vou visitar uma amiga também!!!
-Mas isso é impossível! - disse ela sorrindo - Quero muito que fique e me faça companhia quando minha amiga chegar!!! Quero mostrar a ela a nova hóspede!!!! Agora quero ver todos vocês indo pro banho!!! Brenda, venha comigo, quero te dar uma roupa linda para essa noite!!!
Não tive escolha, fui com ela.... Chegamos no andar de cima ela me tomou pelo braço e me empurrou no depósito...
-Mas o que é isso? - falei assustada.
-Fique quieta se quiser viver garotinha! Eu sei quem você é e vou ganhar uma grana alta por te entregar!!!! É melhor comer a comida que deixei ali na estante, vai ficar aqui a noite inteira e sem sair!!!! Divirta-se! - riu e depois saiu e fechou a porta, trancando-me la dentro.
Corri pra perto da porta e comecei a bater nela gritando - Não!!! Por favor! Não faça isso!!!! Porque? Porque esta fazendo isso comigo!!!! Me tire daqui!!!!
Meu gritos foram em vão, com os meninos no banho, o som dos chuveiros ligados não deixavam ninguém me ouvir, e aquele depósito parecia ter paredes muito grossas....
Acabei ficando exausta e com muita fome, não pensei duas vezes e comi a comida que ela deixou lá....
-Muito bem meninos, já pra cama! Quero ver todos vocês dormindo e descansando bem!!! Boa noite!! - disse Edna colocando os garotos no quarto.
os meninos se acomodaram em suas camas e puseram-se a dormir, menos Paulo, que resolveu ir no banheiro....
Edna voltou e trancou a porta do quarto dos meninos e depois desceu novamente apara atender a visita que havia chegado....
-Que bom que veio! - disse Edna - Não era pra você ser discreta?
-Foi a única coisa que achei, a grana ta curta pra ficar comprando fantasias! - disse a outra.
-Venha, ela esta no depósito...
Ambas subiram até o depósito - Você deu o sonífero pra ela?
-Sim, coloquei numa sopa.... - disse Edna.
Entraram e me viram lá caída no chão.
-Maravilha! Vamos, vou leva-la até meu carro. Não aguento mais essa roupa de velha! - e num passe ninja ela puxou o vestido e ficou com uma roupa mais ousada, talvez fosse um tipo de uniforme mais elástico, não sei...
Antes que Paulo fosse sair do banheiro, ele acabou ouvindo o que não devia...
-Como ela é pesada!
-Pois é! Não faça barulho!!
-Não é você que esta puxando ela não é?!
-Leve-a logo! Meus meninos podem querer ir ao banheiro e a porta esta trancada!!!
-Certo! Cuide para que ninguém fique sabendo disso.... Se perguntarem dela, diga que ela foi embora, fugiu, no meio da noite. Uma gata fujona, ninguém vai se importar...

0 comentários: