(◡‿◡✿) Capítulo 21.


O tempo foi passando, e Helena e Luiz Fernando se gostavam cada dia mais. Não só ela como ele se sentiam mais jovens, se aventuravam, faziam coisas que antes nem pensariam em fazer, estavam realmente felizes. Já faziam duas semanas que eles estavam juntos, duas semanas que Marcela estava cumprindo sua sentença no hospital, duas semanas que Luizinho não deu as caras.
Marcela estava muito triste, não viu mais ele, e ele não atendia seus telefonemas nem respondia suas mensagens do facebook.
Helena estava indo fazer compras, e foi avisá-la, entrou no atelier e a viu tristonha - Esta tudo bem, querida?
Ela não aguentava mais segurar toda aquela tristeza, e botou tudo pra fora - Aaaaaah mãããããeee!!! - correu e abraçou-a, chorando em seus braços como um bebê.
Helena já sabia qual era o motivo do choro. Luizinho não passava um dia sem vir em casa e quando ficou uma semana sem aparecer, Marcela havia mudado seu humor e estava se isolando muito - Meu bem... Não fique assim....
-Mããããããeeee - chorava - Porque ninguém me ama????
-Oooown meu amor, eu te amo!
-Mãe! - resmungou - Eu digo um amor como o seu e do Fernando!!! Porque Luizinho não me ama???
-Eu não sei porque Marcela, mas quem esta perdendo é ele de não gostar de uma flor como você.
Marcela deu um rápido sorriso com o gracejo da mãe - mas porque ele não vê isso?
-Não sei.... Talvez ele te veja apenas como a melhor amiga, ou talvez esteja até namorando alguém.
Aquilo a chocou - Namorando alguém??? E não contaria pra melhor amiga????
-Talvez ele soubesse que você o ama e quis te poupar de sofrer, ou não sabia como te contar algo assim.
Marcela entristeceu-se. Duas semanas sem dar notícias, porque ela não pensou nisso... Com certeza ele estava de rolo com alguma vadia e não quis contar pra ela...
-Mas você também esta perdendo... você sabe, não é? - disse Helena.
-Do que você tá falando, mãe?
-Érick.... Ele te ligou várias vezes e você sempre dando uma desculpa diferente.
-Mãe.... Eu não quero sair com um policial!
-Porque? Ele é lindo, é um bom rapaz, foi gentil com você... Você quer ser amada mas não vê que tem alguém disposto a te dar valor. Preste atenção nisso minha querida. Eu vi a tempo que poderia ser feliz com alguém que não fosse o seu pai. Você também pode ser feliz com alguém que não seja o Luizinho.
Helena deu-lhe um abraço confortante, logo a campainha tocou - Vou descer pra ver quem é, depois vou fazer compras, ta bem?
-Ta bem mãe. Vai lá - e antes dela sair, Marcela disse - Espera! Eu vou com você... - e se aproximando, beijou-a na face dizendo - te amo viu?
Helena se sentiu uma mãe muito feliz com aquele gesto carinhoso. As duas desceram juntas rindo, mas o sorriso desapareceu ao abrir a porta.
-Carlos??? - Helena quase caiu pra trás ao ver seu ex-marido bem ali, diante dela.
-Helena! - ele entrou e abraçou-a. Marcela arregalou os olhos - pai? O que você ta fazendo aqui??
-Eu soube da sua prisão minha princesa, vim porque fiquei preocupado!
-Como nos encontrou??? - perguntou Marcela.
-Eu tinha o telefone daquela vizinha da sua mãe. Fazia tempo que procurava e não achava, quando encontrei, liguei e ela me contou que você estava aqui.
-E quando você vai embora? - disse Helena, num tom agressivo e desconfiado.
-Nossa! Helê, eu acabei de chegar! Vai mesmo me expulsar assim? Não gostou de me ver?
Helê... Fazia tempo que ela não era chamada assim... Só ele à chamava assim. Seu coração estava acelerado, não de paixonite, mas de nervosismo por ter sido pega de surpresa. Seu hálito era de puro álcool, e ela sabia o que isso significava  - Não, eu não gostei de te ver... E me dê um bom motivo pra eu não te expulsar!
-Eu vim ver a nossa filha, poxa vida.... Vai mesmo me mandar embora sem ao menos passar um tempo com ela?
-Pai... Você nunca se importou... porque esta se importando agora?
-Vocês duas estão difíceis hein... Me desculpem por aparecer assim de repente! Mas se eu ligasse, vocês não me atenderiam!
-Não fico surpresa de você saber disso. Mesmo que não o expulsássemos, já estamos de saída. Então volte de onde você veio e não reapareça, por favor.
-Helê!!! Não faz assim minha rainha! Eu vim em paz, eu juro! Só quero passar um tempo com a minha filha, o que é que custa... vamos lá, me deem uma chance?!?!?!

4 comentários:

Layla disse...

Finalmente o Carlos apareceu !! Nossa ele tem uma cara de bebado kk !Concordo que a Marcela deve se entregar pro Érick kk

Cássia disse...

Ahhhhhhhh Carlos! Tinha até esquecido dele, já que todas as vezes que eu previra sua presença, quem aparecia era o advogado delícia.
Será que ele tem alguma coisa a ver com os planos do Luizinho???
Marcela, siga os conselhos da sua mãe. Vá atras do policial loirinho...

xoxo

Jessica - Ciana disse...

Kkkkk ele "esta" bebado xD
Vamos ver como ficará essa história que ja esta chegando ao fim!!!

Beijos!

Jessica - Ciana disse...

Hahahaha eu sabia que tinha esquecido!! *mentira xD
Serááááá que ele tem algo a ver com Luizinho??

é uma boa pergunta *-*)~~

Beijooos!!!