(◡‿◡✿) Capítulo 6.

Marcela era esperta, e pensou "que chance melhor de fazer loucuras com ele ela teria, que não agora?"
Saiu correndo na frente dele e gritou - vem logo seu molenga!!!
-Espera Má! Espera - disse ele correndo logo atrás dela.
-Veja só que ótimo, as pessoas já estão indo embora, é só a gente esperar ficar tudo vazio pra aproveitar!
-E qual é a sua ideia de aproveitar? - ele perguntou.
Ela olhou para a área de balões e disse - Aquilo é a minha ideia!
-Ta maluca?? É proibido, sua doida!
-Grande coisa! Até parece que você liga...
-É claro que eu ligo! Não é certo!
-Ora pare de reclamar feito uma menininha!!!! Você adorava ser rebelde e fazer coisas que nossos pais proibiam quando eramos pequenos, porque vai dar pra trás agora?
-Porque agora é diferente! Antes se a gente fazia algo que era proibido pelos nossos pais, a gente apanhava e pronto, isso aqui da cadeia!
Marcela não estava ligando pra o que ele estava dizendo, ela queria parecer radical, queria mostrar que era corajosa e provar pra ele que ela era uma mulher muito moderna! Quem sabe assim ele mesmo não tentava investir nela e assim ela não precisaria ficar tentando encontrar meios de criar momentos pra ver se rolava alguma coisa...
Alguns minutos depois que todos foram embora, ela saiu correndo pra área dos balões - vem logo!
-Espera Má, para com isso!
-Veja só que coisa mais linda! - disse ela - Vamos lá, vamos subir!
-Para! - ele segurou no braço dela - Deixa de ser criança, você sabe tanto quanto eu que isso ta errado! Vambora vai, sua mãe esta sozinha, vamos lá!
-Larga de ser mulherzinha! - berrou ela - Se você ta com medinho então fica olhando, seu mané! - ela entrou no balão.
-Tô falando sério, para de me chamar disso, você sabe que eu não sou mulherzinha!
-Então prova! Seu medroso!
Luizinho era um bom rapaz, mas como todo jovem que é provocado, quer mostrar que é macho... Ele entrou no balão e disse - Pronto! Viu? Entrei, agora vamos embora!
-Ah relaxa vai, vamos aproveitar o momento! Olha só que paisagem linda! O céu tá perfeito, vai, aproveita! - ela pegou na portinha do balão e fechou-se com ele. sua ideia inicial era mostrar que era muito corajosa e depois quem sabe, agarrá-lo só pra mostrar que ela estava no comando da situação.
-Sei lá, num tô gostando.... - ele falou, sentindo uma sensação ruim.
-Veja, o que será que isso faz? - Marcela puxou uma corda dentro do balão, sem se tocar que era a corda que dispersava o fogo pra fazer o balão subir - Oh meu Deus estamos voando!!!!
-Aaaaaahhh!!! - desesperou-se. Luizinho tinha medo de altura.... Mas tinha vergonha de falar - Droga Marcela, desce essa coisa, JÁ!!!!
Ela não percebeu que ele falava sério, ria e curtia o momento, até que de repente, um forte vento começou a mover o balão, fazendo com que ele saísse da reta da área de pouso, e aos poucos começou a  pegar impulso e quando viram, estavam muito acima do chão.
-Isso aqui é tao lindo!!! - disse ela, apreciando a paisagem e sentindo um clima muito romântico.
-DROGAAA! DESCE ESSA COISA! COMO SE DESCE ESSA COISA???? - desesperou-se.
Com muito custo, Marcela conseguiu descer o balão cortando alguns sacos de areia, como tinha visto num filme, quase caíram no rio, mas por pouco, deu tudo certo.
-NUNCA MAIS FAÇA ISSO! - berrou ele assim que pisou em terra firme.
-A qual é! Vai dizer que você não gostou? Foi incrível, foi romântico!
-Romântico??? Foi errado! Você tem ideia do que vai rolar quando acharem esse balão aqui? Ou por acaso você não pensou que não conseguiria guiar ele de volta não é? Isso é irresponsabilidade e eu não acredito que entrei nessa furada!
Marcela ficou chocada com a reação dele, nunca tinha visto ele tão irritado - Calma lá poxa! Pensei que você iria gostar...
-Pois pensou muito errado! Até parece que não me conhece! Quando você me viu subindo numa coisa que vai tão alto??? Fala sério garota! Foi a atitude mais idiota que eu já vi você tomar!
Aquilo bateu fundo nos sentimentos dela - Não acredito que me chamou de idiota!
-Aaahh quer saber? Dane-se, eu cansei... Você fica tentando chamar a minha atenção a todo instante, eu sei lá o porque! Se liga! Eu vou indo embora!
-Espera, eu te levo!
-Não! Eu vou a pé mesmo... Tchau! - ele tinha ficado mesmo muito bravo... Deixou ela ali falando sozinha e se mandou.
Marcela mal acreditava no que tinha acontecido - não acredito! Nada dá certo! nada! tudo que eu tentei foi em vão! Eu já não aguento mais! - bufou de raiva e foi andando até o parque onde tinha estacionado, sem perceber que sua carteirinha de estudante havia caído dentro do balão...
Chegando em casa, entrou batendo a porta e tudo, Helena estava na cozinha e veio correndo ver o que estava acontecendo - Que isso minha filha, esta tudo bem?
-Não! Não esta nada bem! - rosnou.
-Nossa, mas o que aconteceu com você? Cadê o Luiz?
-Que se dane o Luiz!
-Ei, não fale assim comigo, mocinha!
-Ah mãe se toca! Pra você não faz a menor diferença mesmo! Você não se importa!
-Não diga isso! Eu me importo sim!
-Ah é? Tanto que quase se matou não é? E pelo que?? Por um casamento idiota que decaiu porque o papai achou alguém mais gostosa que você, que se arrumava e se cuidava!!!
-Isso não é justo.... - Helena estava quase chorando, nunca tinha visto Marcela a tratar daquela forma.
-Sabe o que não é justo mãe? Não é justo o Luiz ficar grudado em você pra cima e pra baixo! Desde criança!!! Eu sei lá, acho que ele gosta de você! Porque pra mim ele não dá nem moral! Eu cansei de tentar fazer dele o meu namorado! Cansei! Tentei de tudo, de tudo mesmo! Mas nada adianta! - de repente o celular dela toca, e ela para o espetáculo pra atender.
Helena estava de coração partido... Tantas palavras rudes e porque? O que ela tinha feito de errado? Sem que Marcela percebesse ela subiu pro quarto, onde se jogou na cama e derramou-se em lágrimas de sofrimento...
-Tá bom, tá bom, me liga mais tarde que a gente combina isso direito, té mais! - desligou. Foi voltar a olhar pra mãe pra continuar desabafando, quando viu que ela já não estava mais lá.
Só aí caiu a ficha e Marcela percebeu que tinha falado mais do que devia e muito mais do que realmente sentia - Droga.... o que foi que eu fiz.

6 comentários:

Cássia disse...

Marcela, tô indo te dar uns tapas! É frustrada pelo Luiz e desconta na sua mãe?
Ânimos exaltados agora, hein.
Só espero que esse estresse passe logo.
E curiosa pra saber que ligação foi aquela.

xoxo

Juliana Estefane disse...

Acho que Luiz foi um pouco grosso com Marcela, afinal ela só queria o agradar.
Marcela,o que sua mãe tem a ver com isso?! u.u
E essa ligação em? De quem será? curiosíssima pra saber.

Bjos
http://mallusims3.blogspot.com.br/

Lalilas disse...

Eita Luiz mané. e-e
Entendo a Marcela, normalmente nas horas mais difíceis descontamos tudo nos outros, que a Helena não merecia a gente sabe, mas vai fazer o que né?
Adoraaaando tuuudinho! *3*

Jessica - Ciana disse...

KKKKKKKKKKK você me fez rir demais com esse comentário!!!! rs.
Vamos ver no que essa discussão vai dar...

Beijao!

Jessica - Ciana disse...

Sim, ele foi um pouco rude, mas Marcela ignorou o fato de passar por cima das regras da cidade, e isso é muito errado, acho que Luiz só estava preocupado com ela, por isso ficou com medo e acabou transformando ele em raiva...

Beijão flor!

Jessica - Ciana disse...

Nhaaaa Lalilas que ótimo ter mais uma leitora!!!
Que bom que esta adorando, fico deveras feliz!

Um super abraço!!!