(◡‿◡✿) Capítulo 4.

A noite correu tranquila.... Todos dormiram muito bem.
Amanheceu, e Helena estava levantando cedo para fazer o café, era sábado, e hoje ela havia acordado com um estranho desejo de sair um pouco de dentro e casa, talvez ver o mar ou tomar um sorvete... Sentiu falta dos tempos de mocidade, onde saia com suas amigas de colégio para paquerarem enquanto curtiam um som anos 80 *-*).
Estava distraída com suas lembranças, quando deu por si já estava na sala, e assustou-se ao ver um rapaz semi nú no seu sofá - Céus! - lembrou-se que era Luizinho - por um momento pensei ter ficado maluca... - sussurrou a si mesma. Estava calor, e ele estava sem coberta, somente de cueca. Fazia muito tempo que Helena não via um homem nesses trajes, e mesmo sem querer, não conseguiu evitar certos pensamentos ao vê-lo daquela forma - Meu Deus, o que eu estou pensando! Ele é como se fosse meu filho! que horror Helena, recomponha-se! - sussurrou a si mesma indo a passos largos para a cozinha.
Enquanto preparava o café, não conseguia apagar da mente a imagem dele de roupas intimas - O que esta acontecendo comigo.... - resmungava - Não devo pensar esse tipo de coisa, que horror!
Estava tagarelando baixinho, quando de repente levou um susto com alguém lhe abraçando por trás - Bom diaaaaa!!!!
-JESUS CRISTO! - gritou jogando a caneca pra cima - Meu Deus!!!! Luizinho! Não faça uma coisa dessas, quer me matar??? - disse ela de costa, imaginando que ele ainda estivesse daquele jeito.
-Calma tia! Eu só queria fazer uma surpresa! - riu - Foi mau, foi mau!!!
Ela virou-se, e sentiu-se aliviada por ele já ter se vestido - Não me pegue assim distraída, poderia ter te queimado com meu café quente!
-Foi mauzão mesmo tia, não foi a minha intenção te assustar.
-Esta tudo bem - ela acabou rindo da situação - Você estava dormindo tão tranquilo, eu te acordei?
-Não, não! Eu acordo cedo mesmo! É costume, eu trabalho cedo.
-Ah sim.... - Helena estava constrangida por ter pensado aquilo dele... Lá no fundo, seu sangue ferveu e seu corpo estremeceu ao ser abraçada. Carlos, seu ex-marido, costumava chegar e abraçá-la desta forma, e com isso, foi como se tivesse revivido uma cena linda de seu triste passado - Bom, vou ter que pegar outro café novamente...
-Poxa, deixa eu te ajudar, afinal a culpa foi minha! - disse ele.
Ela não estava se sentindo bem, então aceitou a ajuda - Tudo bem, você sabe mexer nesta cafeteira?
-Tá tirando né tia? Claro que sei! Eu sou ótimo na cozinha!!!
-Que bom, então faça um café pra você, que eu preciso ir ao banheiro, o açúcar está ali na prateleira, tem colher na primeira na gaveta, sinta-se em casa, pode mexer em tudo - ele aquiesceu com a cabeça, e ela subiu rapidamente para o seu quarto.
Marcela acordou meio dos avessos, tinha dormido estressada pelo fracasso da noite anterior, e acabou acordando mal humorada. Esqueceu-se de que tinha Luizinho em casa, e ainda meio sonolenta, desceu de roupas intimas até a cozinha para ver se sua mãe já havia feito o café. Tomou um susto quando viu ele no lugar dela - O que esta fazendo ai? Cadê a minha mãe?
-Ele virou-se para falar com ela, e surpreendeu-se ao vê-la daquela maneira - Ela fo... Nossa! Má, você é a primeira garota que eu vejo que acorda bonita!
Ela estranhou o elogio, só ai percebeu que estava de calcinha e blusa perto dele - Ai caramba!!!! Nem me toquei! Nossa!!! - foi sair correndo mas ele segurou-a pela mão - Espera, você esta linda!
Marcela sentiu suas bochechas corarem, ele ainda estava segurando em sua mão, e seus corpos ficaram muito próximos... - É.... é.... - ela não encontrava uma palavra, ele estava sorrindo do jeitinho que ela mais amava, e aquilo a encantava de um jeito que a deixava muda.
-O que foi? - perguntou ele, então percebeu que estava ainda segurando em sua mão, e a soltou rapidamente - Caraca, foi mau, hehehe - sorriu.
-Eu vou.... eu vou subir me trocar e volto logo.... - saiu correndo deixando-o a observá-la, ela era de fato uma mulher muito bonita, e ele a admirava muito, e a respeitava, de uma forma que nunca tinha pensado em tê-la como algo além de melhor amiga.
Enquanto isso, Helena estava se olhando no espelho, enquanto pensava no que tinha acontecido minutos antes - Onde já se viu, eu pensando uma barbaridade daquelas.... Ele tem idade pra ser meu filho... Ele é como um filho! Eu preciso arranjar o que fazer pra distrair a cabeça.... Decidiu então dar uma olhada na cafeteria, limpar alguma coisa ou até ver se estava tudo em ordem.
Vestiu uma roupa confortável, prendeu os cabelos, e desceu. Lá, Marcela já estava vestida, e os dois conversavam na sala quando ela chegou - Ei mãe - chamou Marcela - Eu preciso ir na faculdade, mas esta chovendo, posso usar seu carro?
-Claro querida, a chave esta no porta-chaves, no meu quarto, pode pegar. Você vai junto? - perguntou para Luizinho.
-Na verdade eu não tava muito afim não.. Você vai ficar brava se eu não for, Má?
-Vou ficar muito brava! - rosnou ela.
-Ta bom, ta bom! - aceitou, contrariado - Fazer o que né! As mulheres mandam nessa casa!
Os dois se aprontaram, ela pegou a chave e eles saíram, Helena se sentiu até melhor dele ter ido junto, assim ela não ficaria vendo ele pela casa e relembrando cenas que queria esquecer. Nisso, ouviu um barulho nos fundos - O que foi isso? - perguntou a si mesma - Veio da cafeteria! Ai meu Deus será que eu tranquei tudo ontem???
Ela correu até lá, e de repente - Ei, quem esta ai????



4 comentários:

Cássia disse...

Acho que um certo ex marido resolveu fazer uma visita.
Será???
E dona Helena, tudo bem que o boy é um verdadeiro deus grego e vê-lo de cueca deve provocar desejos antes inimagináveis, mas... Ahhhh não tem nada de mas! Não posso culpá-la por se sentir assim. hehe
curiosíssima pra saber a quem pertence aquele par de pernas.

xoxo

Jessica - Ciana disse...

hehehehehehehe será que é o Carlos, ex-marido dela????
rs será que Helena vai ceder aos desejos?
\O/ obrigada por estar acompanhando, querida!

Abração!

Juliana Estefane disse...

Meu deus, to amando essa história! hehe
Dona Helena, qualquer uma que vise um rapaz Perfect desses só de cueca, iria sim provocar desejos imagináveis. u.u
Quem sera esse que chegou de surpresa assim na casa de dona Helena?!
Ansiosa e Curiosa para o próximo capítulo.

Beijos da Ju querida :)

Jessica - Ciana disse...

Nhaaaa fico imensamente feliz de saber que esta adorando!!!!!
O Luizinho é realmente um Deus *-*)~~ será que rola? rs.

Beijão!